A Fórmula Do Sucesso: Como Grandes Líderes Entregam Valores Reais, de Andrew Kakabadse

A fórmula do sucesso: Como Grandes Líderes Entregam Valores Reais é uma publicação de pesquisa acadêmica robusta, com teorias simples. Essas teorias são ilustradas com vários estudos de caso contemporâneos e relacionáveis ​​da vida real, a partir dos quais os líderes podem se inspirar.
Por meio de uma fórmula simples, Kakabadse conseguiu representar as complexidades das organizações atuais e destacar as dificuldades de colocar essa fórmula em prática.
Além disso, acredito que este livro é ideal para líderes:
iniciando um negócio ou empresa e se perguntando como criar valor e uma vantagem competitiva em sua empresa,
procurando garantir um ambiente de trabalho saudável,
procurando avaliar suas organizações e detectar possíveis problemas,
que foram descarrilados por uma organização liderada por estratégia,
que estão em organizações que estão se reestruturando e desejam promover uma cultura baseada em evidências em sua organização.
Finalmente, gostei do fato de Andrew Kakabadse enfatizar que a liderança liderada por evidências não acontece da noite para o dia, que o trabalho do líder não é fácil e que todas as decisões precisam ser pensadas, analisadas e testadas com antecedência, e que o sucesso da organização não se deve apenas para o líder, mas também para a contribuição da equipe, e que os líderes precisam mostrar fortes valores fundamentais.

leia mais

Livro: Mídias Sociais Transformadoras. Ação e Mudança no Terceiro Setor

“Um livro convincente sobre como as organizações sem fins lucrativos podem utilizar efetivamente as mídias sociais para ajudar as suas organizações a crescer, mudar e obter sucesso. Com profundo conhecimento e experiência, os autores usam narrativa e exemplos para mostrar como as organizações sem fins lucrativos podem melhorar sua conexão em rede e envolver as pessoas na formação e no compartilhamento de seus projetos.”

leia mais

Cartas a um jovem terapeuta

Um dos pontos interessantes do livro é sobre a necessidade do terapeuta apresentar uma dose de sofrimento psíquico.

Quem trabalha com as motivações conscientes ou inconscientes de seus pacientes deve fazer sua terapia, não com fins didáticos, mas para se trabalhar também. Além disto, poderão ocorrer casos em que o paciente não melhora e você duvidará de sua prática, mas saberá que a prática funciona, pois já curou pelo menos um: a si mesmo.

É nesse caso, talvez eu ainda não tenha me curado. rsrsrsr

leia mais