Livro: Social Ceo de Damian Corbet

Sobre o Social CEO


Ainda existe um grande abismo na compreensão de muitos líderes do que alguns estão chamando de Era Social – grandes mudanças acontecendo na sociedade, permitindo que qualquer pessoa com um smartphone se inscreva em uma rede social e comente sobre tudo e qualquer coisa. Apesar desta revolução, que foi abraçada pelas massas, são as pessoas no topo das organizações que demoram a compreendê-la e adaptar-se a ela.

Embora os líderes de negócios possam achar que basta contratar gerentes de mídia social e alterar suas estratégias de marketing, Damian Corbet mostra por que as organizações precisam fazer mais para ter sucesso na era social – por que os CEOs precisam “se socializar” para sobreviver.

O Social CEO se propõe a educar e inspirar líderes seniores a abraçar a Era Social, ensinando-lhes os comos e os porquês de utilizar a mídia social para torná-los líderes mais fortes. Os CEOs sociais podem efetivamente encorajar o engajamento de seus funcionários, bem como de outras partes interessadas e clientes; eles são mais capazes de comunicar os objetivos e valores de sua organização, avaliar o clima em que operam e melhorar a imagem de sua marca.

Oferecendo contribuições inestimáveis ​​de especialistas reconhecidos da indústria em negócios sociais, O Social CEO explora os muitos aspectos da liderança na era social, como narrativa, marca pessoal, gerenciamento de risco e relações públicas. Com capítulos também escritos pela prática de ‘CEOs sociais’ trabalhando em uma variedade de setores, da saúde ao esporte, o livro fornece uma riqueza de insights sobre como a mídia social pode ser usada para obter uma vantagem competitiva.

Ainda existe um grande abismo na compreensão de muitos líderes do que alguns estão chamando de Era Social – grandes mudanças acontecendo na sociedade, permitindo que qualquer pessoa com um smartphone se inscreva em uma rede social e comente sobre tudo e qualquer coisa. Apesar desta revolução, que foi abraçada pelas massas, foram as pessoas no topo das organizações que demoraram a compreendê-la e adaptar-se a ela.

Embora os líderes empresariais possam achar que basta contratar gerentes de mídia social e alterar suas estratégias de marketing, o livro mostra por que as organizações precisam fazer mais para ter sucesso na era social – por que os CEOs precisam “se socializar” para sobreviver.

O CEO Social se propõe a educar e inspirar líderes seniores a abraçar a Era Social, ensinando-lhes os “comos” e porquês de utilizar a mídia social para torná-los líderes mais fortes. Os CEOs sociais podem efetivamente encorajar o engajamento de seus funcionários, bem como de outras partes interessadas e clientes/usuários; eles são mais capazes de comunicar os objetivos e valores de sua organização, avaliar o clima em que operam e melhorar a imagem de sua marca.

Oferecendo contribuições inestimáveis ​​de especialistas reconhecidos da indústria em negócios sociais, o livro explora os muitos aspectos de liderança na era social, como narração de histórias, marca pessoal, gerenciamento de risco e relações públicas. 

Craig Bennett, CEO da Friends of the Earth UK, diz o seguinte sobre o livro: “Como um ‘CEO social’, não consigo imaginar como outros CEOs fazem o trabalho hoje em dia se não estiverem ativos nas redes sociais. Este livro oferece uma visão geral brilhante de como os líderes estão usando essa tecnologia, não apenas para se comunicar, não apenas para compartilhar informações ou opiniões, mas – criticamente – para promover mudanças e melhorar a eficiência. ”

O livro de Damian Corbet Social SEO está estruturado em quatro seções principais que podem ser lidas em qualquer ordem, juntos ou separadamente, o que não compromete na compreensão do conteúdo geral. É importante salientar que o autor apresenta no livro um compêndio de vários profissionais CEOs que contam suas experiência com o aprendizado e o desenvolvimento das redes sociais em seu setor, em sua empresa e/ou negócio.

A primeira sessão é formada por apenas um capítulo, no qual Sarah Goodall descreve a era social que estamos vivendo e as implicações das mídias sociais para os líderes. É importante, no entanto, que essa sessão possa ser lida inicialmente para contextualização do tema e para que as bases do restante do conteúdo sejam mais bem compreendidos.

A sessão dois analisa as diferentes maneiras pelas quais os CEOs e outros líderes podem utilizar as mídias sociais. Inicia-se com a abertura de Andrea Edwards sobre a importância de ouvir e se engajar, os capítulos seguintes – cada qual é escrito por especialistas líderes na área – abordam marca pessoal, relações públicas, venda social, engajamento com apoiadores (para organizações sem fins lucrativos), gestão de pequena ou média empresa, engajamento interno com funcionários e gestão de risco.

Na parte três, os social CEOs de diversos setores compartilham suas percepções, expertises e conselhos. Em meu ponto de vista é a parte mais chata do livro, já que o autor tentou montar um modelo padrão de apresentação para cada líder, ficando maçante e repetitiva a leitura, havendo poucos insights positivos diferenciando um especialista de outro.

Nessa sessão, foi incluído pelo autor, apresentação de vários líderes de diversas áreas e setores,   tais como: esportes, saúde, manufatura, instituições de caridade, seguros, empresas sociais, meio ambiente, educação, startups, Business-to-Business, tecnologia, setor municipal, viagens e pequenas empresas, ou seja, tem experiência para todo tipo de leitor, por esse viés, essa sessão é interessante, pois um especialista do terceiro setor, por exemplo, conta as experiências em seu setor específico, sendo nesse caso, interessante para os nichos específicos.

A parte quatro do livro olha para o futuro, inicia com o capítulo de Matt Ballantine, no qual ele afirma que as mídias sociais, são de certa maneira, a última forma de ruptura para os líderes. A partir disso, Theo Priestley observa como a tecnologia está evoluindo e como isso tem afetado as pessoas em posições de liderança. Finalmente Michelle Carvill, discute o futuro da liderança e como você precisa se adaptar e evoluir continuamente para permanecer relevante na Era Social. É a parte mais interessante do livro pois apresenta uma leitura do que possa vir a ser o futuro da liderança em relação a era social e os modelos que poderemos encontrar mais à frente.

Bem, é um livro que pode ser lido por qualquer pessoa, seja você um CEO de uma multinacional, ou que tem um pequeno comércio em sua garagem. Todos podem encontrar algo útil para selecionar e implementar em sua própria jornada na mídia social.

Damian Corbet

A tecnologia por si só não cria líderes. Ela apenas amplifica a verdadeira liderança.

Gostei do livro e indico. Boa leitura.