Sonhos!

Sonhos!

14 de outubro de 2014 Poemas 0
sonhos

Sonhos!

Quantos sonhos tenho sonhado que até me perdi no meio deles, buscas aflitas, sonhos distantes, palavras dissonantes, falta algo, não sei dizer.

Desejo sonhar, desejo viver, descubro assustado que nem sempre o querer é poder. Luto contra mim mesmo, na esperança de descobrir na insanidade, um pouco de lucidez, um pouco de paz.

O que busco? não sei, já que busco uma imensidão de anseios que me brotam inquietantemente escorregando por entre meus pensamentos, delineando desejos sem sentido.

Estou perdido buscando achar aquilo que se esconde dentro de mim, tateando, meus olhos se escurecem em uma busca sem sentido, mas cubro meu rosto com as mãos, deixando entrever entre os dedos o que se esconde na escuridão da minha mente.

Quando assusto meus pensamentos me engana, já mudou de cena, saio correndo, mas quanto mais corro, mais ele se distancia, parece aqueles sonhos malucos que desejar é não alcançar, quanto mais se busca, menos se alcança.

Quero sonhar, sonho sonhar, desejo ardentemente alcançar na busca infinita que só a felicidade me faz repousar, estou cansado, quero acordar.

 

Rubens Santana

 

Deixe uma resposta